ARTIGOS


Será que ainda existe uma distância entre o ciberespaço e a ciberealidade?

Entre o ciberespaço e a ciberealidade

Ciberealidade justamente porque mesmo no movimento real do dia a dia temos de modo implícito todas as circunstâncias do mundo virtual. Há quem diga que é tecnofóbico... mas ele mesmo utiliza caixas eletrônicos, totens, cartões magnéticos, dentre outros. Interessante que até nossa própria identidade será eletrônica "com ship". Pensem nos negadores ativistas da tecnologia ao apresentarem sua RG contendo todos os docs ali, inclusive sua própria impressão digital. E isso por enquanto, porque logo serão informações bem mais densas. É provável que até seus pensamentos serão possíveis de serem monitorados.

Isso é bom? Não se trata de ser contra, favor, encima do muro. Trata-se de aprender a lidar com as circunstâncias digitais do mundo real.


Artigos


Publicado na Revista Educação & Sociedade.

Os processos comunicacionais na formação docente online para as práticas culturais inerentes à diversidade.

Os processos comunicacionais na formação docente online para as práticas culturais inerentes à diversidade. 

Publicado na Revista Intercâmbio dos Congressos de Humanidades.

Profa. Ms. Cláudia Helena dos Santos Araújo

 

Livroclip@ Que livro é esse?

Profa. Ms. Cláudia Helena dos Santos Araújo - PUC/Goiás - SEMED/Anápolis-Goiás. 


A Intervenção Educativa, um Construto Teórico para Analisar as Práticas de Ensino.

Yves Lenoir/Tradução: Joana Peixoto e Cláudia Helena dos Santos Araújo


A formação dos modos de pensar mediada pelo computador e pelo professor: uma análise Vygostkyana 
Profa. Ms. Cláudia Helena dos Santos Araújo (SEMED/PUC - Goiás)
Doutoranda em Educação - PUC/Goiás
Artigo apresentado e publicado no II EDIPE

AS RELAÇÕES PEDAGÓGICAS EM UM CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU À DISTÂNCIA EM EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: DOCENTES E DISCENTES NO AMBIENTE ONLINE  
Profa. Ms. Cláudia Helena dos Santos Araújo (PUC Goiás - SEMCT&I)


Profa. Ms. Cláudia Helena dos Santos Araújo (PUC Goiás - SEMCT&I)
Prof. Ms. Fabrízio de Almeida Ribeiro (SEMCT&I/FUNTEC)
Profa. Esp. Mary Aurora da Costa Marcon (SEMED)
Profa. Ms. Olira Saraiva Rodrigues (SEMCT&I/Subsecretaria Regional de Educação de Anápolis/GO/UEG)


Prof. Ms. Fabrízio de Almeida Ribeiro (SEMCT&I/FUNTEC)
Luciane Puglisi Marreto (SEMCT&I/EPA BARRUS)








3 comentários:

  1. Imagina...não há o que agradecer...muito coerente e pertinente o artigo sobre EAD e sobre a especialização Cláudia Helena Araújo. Cada vez mais estou convencida do poder de democratização e acesso ao saber institucional através desta modalidade...Você não ia dissertar sobre educação especial? É um tema e práxis para o qual ainda precisamos de muitas ponderações...bjo menina brilhante!

    Professora Adriana

    ResponderExcluir
  2. Olá Prof. Adriana (Dri)

    Que bom que gostou do artigo sobre nossa experiência de uma especialização lato sensu na modalidade a distância.
    Esse artigo foi apresentado no EDIPE desse ano.

    Acho que quem pretendia estudar a educação especial era a Mary (tutora do curso em Educação Inclusiva).
    Mas concordo muito com você. É um tema e uma práxis que requer muitas pesquisas e busca de alternativas para boas discussões.

    Te convido a dissertar sobre esse tema. Escreve um texto para o blog para publicarmos. Não precisa ser grande, mas expõe suas posições e experiências.
    Te convido também a pensar no MESTRADO. O que acha?

    Beijos menina brilhante também!!!

    Profa. Cláudia Helena dos Santos Araújo

    ResponderExcluir
  3. O texto para o blog, farei sim, mas mestrado acho ilário...dô conta não...kkkkkk

    Abraços fraternos querida....

    Dri

    ResponderExcluir

Se não faz sentido, discorde comigo ou apenas deixe suas contribuições.
Obrigada!